10 anos de Prémios de Criatividade M&P

Meo Fora da Box, da então MSTF Partners, foi Grande Prémios em Televisão. O trabalho Aministia Internacional Mugshots/Fuel recebeu o galardão máximo em Imprensa e o EDP Energia Douro, produzido pela então Ativism (hoje Desafio Global), recebeu o troféu máximo em Eventos. Foram estes os grandes vencedores da 1ª edição dos Prémios de Criatividade M&P. Passaram 10 anos.

Hoje, como em 2012, quando esta iniciativa foi lançada, o objectivo é o mesmo. Premiar o melhor trabalho produzido em Portugal. Um prémio atribuído pelos pares, tal como no início.

Este ano - e que ano... - teremos a concurso 60 categorias, repartidas por 16 grandes áreas (Televisão/Cinema, Rádio, Impresa, Outdoor, Digital, Activação, Relações Públicas, Eventos, Marketing Relacional, Media, Sustentabilidade e Responsabilidade Social, Suporte Alternativo/Inovação, Acção Integrada, Mercados Internacionais, Autopromoções e Mercados Lusófonos). Alexandra Navarro (OMD), André Sousa Moreira (FunnyHow), Carlos Pedro (Galp), Catarina Pestana (Bang Bang Agency), Francisco Morgado Véstia (Samy Alliance Portugal), Francisco Serzedello (GR8 Events), João Ribeiro (VMLY&R), Jorge Trindade (Big Fish), Leandro Alvarez (LOLA Normajean), Lourenço Thomaz (Partners), Luiza Galindo (Altice Portugal), Patrícia Cordeiro (Judas), Pedro Varela (argumentista e realizador), Rodrigo Albuquerque (Arena Media), Susana Coerver (Jerónimo Martins), Teresa Lameiras (Seat Portugal), Tiago Canas Mendes (O Escritório) são os profissionais que têm a seu cargo a escolha dos melhores trabalhos criados e produzidos no último ano. Os vencedores serão conhecidos em Setembro/início de Outubro. Boa sorte!

Ps - Aqui pode revisitar todos os trabalhos vencedores destes 10 anos. É uma viagem que vale a pena.

Carla Borges Ferreira

Regulamento

Introdução

Os Prémios de Criatividade M&P, promovidos pelo jornal Meios & Publicidade, pretendem distinguir a melhor publicidade nacional, o planeamento, as acções de activação de marca, de relações públicas, os eventos e as autopromoções. São dirigidos a todas as empresas e profissionais que, a título individual ou integrados em empresas, tenham apresentado trabalhos em Portugal ou que, tendo apresentado trabalhos no exterior, exerçam a sua actividade em Portugal. A categoria Mercados Lusófonos destina-se a agências/trabalhos dos países da CPLP (com excepção de Portugal). Nesta nona edição podem ser inscritos trabalhos/projectos tornados públicos entre os dias 1 de Abril de 2020 e 31 de Março de 2021.

São atribuídos três prémios por categoria – ouro, prata e bronze -, existindo este ano 60 categorias a concurso. Estas, por sua vez, integram-se em 15 grandes categorias (Televisão / Cinema, Rádio, Imprensa, Outdoor, Digital, Activação, Eventos, Relações Públicas, Marketing Relacional, Planeamento de Media, Sustentablidade e Responsabilidade Social, Suporte Alternativo / Inovação, Projecto Integrado, Mercados Internacionais, Autopromoções e Mercados Lusófonos) podendo ainda existir um Grande Prémio por cada uma destas grandes áreas.

A existência deste Grande Prémio depende da apreciação do júri. Em sentido contrário, mediante a avaliação das peças a concurso, os jurados podem entender não atribuir os três troféus nas 60 categorias.

Para além dos troféus categoria, será igualmente atribuído, se o júri assim o entender, um Grande Prémio, para aquele que for considerado o melhor trabalho de todos os que se apresentaram a concurso. Serão ainda atribuídos os prémios Agência Criativa do Ano e Agência de Meios do Ano (este último se o número de inscrições/prémios o justificar) às agências que tenham sido mais premiada nesta 10ª edição dos Prémios de Criatividade Meios & Publicidade e o Prémio Anunciante do Ano à empresa/marca mais premiada. Pela primeira vez será também entregue o prémio Produtora do Ano, à produtora com mais troféus ganhos nas Categorias de Craft (se o número de pontos o justificar). Para se chegar a estes prémios serão contabilizados os votos de cada agência/empresa, sendo que cada Ouro vale 3 pontos, Prata 2, Bonze 1 e shortlist 0,5. O Grande Prémio vale 6 pontos, embora anulando os 3 pontos do Ouro que o trabalho terá obrigatoriamente que ter ganho.

No prémio Agência de Meios, contamos os pontos obtidos nas inscrições feitas pelas agências de meios.

Regras

  1. Os prémios de Criatividade M&P visam premiar os melhores trabalhos produzidos/veiculados entre 01/04/2020 e 31/03/2021.
  2. As inscrições estão abertas a todas as empresas e profissionais que tenham apresentado trabalhos em Portugal ou que, operando em Portugal, tenham produzido trabalhos para o exterior.
  3. Todo o material inscrito deve ser fruto de trabalhos veiculados entre os dias 01 de Abril de 2020 e 31 de Março de 2021.
  4. O material e a documentação não serão devolvidos.
  5. Os participantes autorizam a exibição pública ou privada dos trabalhos, bem como a compilação e venda dos conteúdo/imagens, seja no jornal Meios & Publicidade, seja noutros produtos da Workmedia.
  6. A organização e o júri reservam-se ao direito de reclassificar trabalhos entre categorias, bem como anular ou alterar qualquer das categorias caso os trabalhos a concurso não apresentem as características consideradas necessárias.
  7. Se o número de trabalhos o justificar, algumas categorias podem ser desdobradas em mais do que uma.
  8. Em caso de desistência, após a data limite estabelecida para inscrições, não haverá devolução do valor de inscrição. Se os materiais não forem enviados dentro do prazo previsto consideramos tratar-se de uma desistência, não havendo lugar à devolução do valor da inscrição.
  9. Todos os prémios serão atribuído por maioria dos votos do júri.

Informações

Júri

O júri será composto por 17 profissionais com um percurso reconhecido na área da comunicação e será presidido pela directora do jornal Meios & Publicidade. A presidente de júri não terá direito de voto excepto em caso de empate.

  • Alexandra Navarro, business development director da OMD
  • André Sousa Moreira, creative supervisor & art director na FunnyHow
  • Carlos Pedro, head of brand & sponsorships da Galp
  • Catarina Pestana, chief creative officer & founder da Bang Bang Agency
  • Francisco Morgado Véstia, country manager Samy Alliance Portugal
  • Francisco Serzedello, director GR8 Events
  • João Ribeiro, sénior copy VMLY&R
  • Jorge Trindade, creative partner da Big Fish
  • Leandro Alvarez, chief creative officer da LOLA Normajean
  • Lourenço Thomaz, sócio fundador de CCO da Partners
  • Luiza Galindo, directora de marketing e comunicação das marcas do segmento de consumo da Altice Portugal
  • Patrícia Cordeiro, directora de arte na Judas
  • Pedro Varela, argumentista e realizador
  • Rodrigo Albuquerque, managing partner da Arena Media
  • Susana Coerver, directora de marketing da Jerónimo Martins Meals
  • Teresa Lameiras, directora de marketing e comunicação da Seat Portugal
  • Tiago Canas Mendes, partner d’O Escritório

A decisão do júri é soberana e definitiva e não poderá ser sujeita a qualquer recurso.

Votação

Terminado o prazo de inscrições cada jurado terá acesso a todos os trabalhos a concurso, elegendo em cada categoria os trabalhos que em sua opinião merecem passar a shortlist. Esta será composta pelos trabalhos votados por pelo menos metade dos jurados. Haverá posteriormente uma reunião de júri onde os trabalhos seleccionados serão vistos e discutidos. Em cada categoria ganharão os trabalhos que recolherem o maior número de votos. A presidente do júri, por inerência a directora do Meios & Publicidade, só participará na votação em casos de empate. A escolha do júri é soberana.

As empresas onde exercem funções os membros do júri, profissionais de méritos reconhecidos nas diferentes áreas da comunicação, não estão impedidas de inscrever trabalhos, mas não podem votar nos seus trabalhos/das suas agências/empresas, nem para shortlist nem na decisão final. Os resultados serão divulgados apenas durante a cerimónia de entrega de prémios.

Inscrição

Deve preencher o formulário que formaliza a sua inscrição. Será depois contactado por Teresa Albuquerque ([email protected]), que a validará.

De seguida as peças a concurso devem ser enviadas por email ou serviço de transferência de ficheiros (ex: Wetransfer, My Air Bridge, etc.) para Teresa Albuquerque ([email protected])

Cada inscrição tem obrigatoriamente que conter:

  • Um PDF no máximo de duas páginas com imagens e a sinopse dos trabalhos a concurso. As imagens terão que ser a 300 dpi e a sinopse não deve ultrapassar os 1.500 caracteres (com espaços);
  • Um documento Word com a sinopse e ficha técnica do trabalho;
  • Nas categorias de Digital deve ser enviado igualmente o URL dos trabalhos;
  • Nas categorias Rádio o trabalho deve ser enviado num ficheiro MP3;
  • Nas categorias de Televisão / Cinema e Autopromoções as peças devem ser enviadas em ficheiros AVI, MP4, MPG, WMV ou MOV. Em simultâneo deve ser enviado o URL das peças, previamente inseridas num site de partilha de vídeos (YouTube, Vimeo).
  • Podem ser enviados videocases dos trabalhos a concurso, sendo estes especialmente relevantes nas categorias de eventos.

Os PDF, os ficheiros áudio e o URL dos vídeos servirão para os jurados apreciarem os trabalhos. Em caso de vitória as imagens dos PDF e os textos do ficheiro Word serão publicadas pelo M&P.

Pede-se aos participantes que indiquem em que categoria o trabalho está inscrito. É possível inscrever o mesmo trabalho em mais do que uma categoria.

DATA LIMITE DE RECEPÇÃO DOS TRABALHOS: 16 de Julho às 18h.

Preço

O custo de cada inscrição é de 150€ (mais IVA). No caso de as empresas inscreverem um número igual ou superior a 10 trabalhos terão um desconto de 30% em todos os trabalhos. A inscrição de cada peça passa assim a ter um custo unitário de 105€ (mais IVA).

Após 16 de Julho, e durante uma semana, continuaremos a aceitar inscrições mas com uma penalização de 20% no preço. Assim, o valor unitário de cada inscrição passa de 150€ para 180€ no caso de inscrever até 9 trabalhos e de 105€ para 126€ se concorrer com 10 ou mais trabalhos. O prazo regular de inscrições é então até 16 de Julho. Existirá uma semana de alargamento de prazo, até 23 de Julho, mas nesse período existe um acréscimo de 20% no valor de cada inscrição.

Pagamento

O pagamento deve ser realizado com a inscrição das peças e representa um dos requisitos para a validação das mesmas a concurso.

O pagamento poderá ser efectuado por transferência bancária:

Transferência bancária

  • Workmedia – Comunicação SA
  • Banco: Caixa Geral Depósitos
  • Número de conta: 675045878430
  • SWIFT: CGDIPTPL
  • IBAN: PT50 0035 0675 00045878430 39
  • com a referência de pagamento PCRIATIVIDADE seguido do NOME DE FACTURAÇÃO DO CLIENTE.

O comprovativo da transferência deverá ser enviado para o email [email protected].

Vencedores

Divulgação dos vencedores

Os vencedores serão divulgados numa festa a realizar em Lisboa para a qual serão convidados todos os que inscreveram trabalhos, bem como os principais responsáveis e intervenientes do mercado da comunicação.

NOTA: AS INSCRIÇÕES SERÃO CONSIDERADAS VÁLIDAS QUANDO RECEBER, POR E-MAIL, A CONFIRMAÇÃO. ESSA CONFIRMAÇÃO SERÁ ENVIADA APÓS RECEBERMOS A INDICAÇÃO DOS TRABALHOS QUE PRETENDE INSCREVER.

Júri

televisão / cinema

01. Acção Especial / Brand Entertainment

Nesta categoria pretendemos premiar as acções comerciais que, extravasando o âmbito do spot convencional, utilizam de forma criativa os meios televisão / cinema e também as acções/formatos que melhor articularam a presença da marca/empresa com conteúdos de entretenimento.

02. Filme

Nesta categoria vamos premiar os melhores filmes publicitários criados e produzidos para televisão / cinema. O conceito criativo, a realização e a produção são alguns dos factores de avaliação.

03. Campanha

Mais do que um filme isolado, nesta categoria pretendemos distinguir a coerência e criatividade dos filmes que fazem parte de uma mesma campanha.

04. Craft / Realização

Mais do que a ideia subjacente ao spot, nesta categoria o júri vai avaliar a qualidade estética/artística da filmagem, edição e realização, a sua complexidade e o facto de contribuir de forma definitiva para o resultado final da peça publicitária.

Q&A - Perguntas Frequentes

A quem se destinam os Prémios de Criatividade M&P?

São dirigidos a todas as empresas e profissionais que, a título individual ou integrados em empresas, tenham apresentado trabalhos em Portugal ou que, tendo apresentado trabalhos no exterior, exerçam a sua actividade em Portugal.A categoria Mercados Lusófonos destina-se a agências/trabalhos dos países da CPLP (com excepção de Portugal).

Quantas categorias estão a concurso?

Existem este ano 60 categorias a concurso. Estas, por sua vez, integram-se em 16 grandes categorias (Televisão/Cinema, Rádio, Imprensa, Outdoor, Digital, Activação, Eventos, Marketing Relacional, Relações Públicas, Media, Sustentabilidade e Responsabilidade Social, Suportes Alternativos/Inovação, Projecto Integrado, Mercados Internacionais, Autopromoções e Mercados Lusófonos). São atribuídos três prémios por categoria – ouro, prata e bronze - podendo ainda existir um Grande Prémio por cada uma destas grandes áreas.

A existência deste Grande Prémio depende da apreciação do júri. Em sentido contrário, mediante a avaliação das peças a concurso, os jurados podem entender não atribuir os três troféus nas 60 categorias.

Para além dos troféus categoria, será igualmente atribuído, se o júri assim o entender, um Grande Prémio, para aquele que for considerado o melhor trabalho de todos os que se apresentaram a concurso. Serão ainda atribuídos os prémios Agência Criativa do Ano e Agência de Meios do Ano (este último se o número de inscrições/prémios o justificar) às agências que tenham sido mais premiada nesta 10ª edição dos Prémios de Criatividade Meios & Publicidade e o Prémio Anunciante do Ano à empresa/marca mais premiada. Pela primeira vez será também entregue o prémio Produtora do Ano, à produtora com mais troféus ganhos nas Categorias de Craft (se o número de pontos o justificar). Para se chegar a estes prémios serão contabilizados os votos de cada agência/empresa, sendo que cada Ouro vale 3 pontos, Prata 2, Bonze 1 e shortlist 0,5. O Grande Prémio vale 6 pontos, embora anulando os 3 pontos do Ouro que o trabalho terá obrigatoriamente que ter ganho.

Nos prémios Agência de Meios e Produtoras, contamos os pontos obtidos nas inscrições feitas pelas agências de meios e produtoras.

No caso de inscrever um trabalho em mais do que uma categoria, como é feita a contabilização dos trabalhos a concurso?

Cada categoria é uma inscrição, logo a contabilização é a soma das categorias.

Poderão existir categorias sem vencedor?

Sim. Se o júri entender que nenhum dos trabalhos a concurso em determinada categoria tem qualidade suficiente o prémio fica por atribuir.

Poderão existir dois ou mais vencedores numa só categoria?

Sim. Excepcionalmente o júri pode atribuir mais do que um Ouro, Prata e Bronze por categoria.

Quando é que os premiados serão conhecidos?

Serão conhecidos apenas na festa de atribuição dos prémios, que terá lugar em Setembro/Outubro.

Quem são os elementos do júri?

O júri é constituído por:

  • Alexandra Navarro, business development director da OMD
  • André Sousa Moreira, creative supervisor & art director na FunnyHow
  • Carlos Pedro, head of brand & sponsorships da Galp
  • Catarina Pestana, chief creative officer & founder da Bang Bang Agency
  • Francisco Morgado Véstia, country manager Samy Alliance Portugal
  • Francisco Serzedello, director GR8 Events
  • João Ribeiro, sénior copy VMLY&R
  • Jorge Trindade, creative partner da Big Fish
  • Leandro Alvarez, chief creative officer da LOLA Normajean
  • Lourenço Thomaz, sócio fundador de CCO da Partners
  • Luiza Galindo, directora de marketing e comunicação das marcas do segmento de consumo da Altice Portugal
  • Patrícia Cordeiro, directora de arte na Judas
  • Pedro Varela, argumentista e realizador
  • Rodrigo Albuquerque, managing partner da Arena Media
  • Susana Coerver, directora de marketing da Jerónimo Martins Meals
  • Teresa Lameiras, directora de marketing e comunicação da Seat Portugal
  • Tiago Canas Mendes, partner d’O Escritório

É possível inscrever trabalhos fantasma?

Não. Todos os trabalhos inscritos terão que ter sido aprovados pelo cliente (sendo o cliente a própria agência se falarmos de autopromoções) e veiculados/realizados.

Qual o prémio para os vencedores?

O prémio físico é um troféu. O troféu será entregue numa festa a decorrer em Setembro/Outubro onde serão anunciados os vencedores. O Meios & Publicidade, nos seus diferentes suportes, dará depois destaque aos premiados. A distinção nos prémios de Criatividade M&P traduz, sobretudo, o reconhecimento do mercado.

Inscreva-se agora!

O custo de cada inscrição é de 150€ (mais IVA). No caso de as empresas inscreverem um número igual ou superior a 10 trabalhos terão um desconto de 30% em todos os trabalhos. A inscrição de cada peça passa assim a ter um custo unitário de 105€ (mais IVA).

Após 16 de Julho, e durante uma semana, continuaremos a aceitar inscrições mas com uma penalização de 20% no preço. Assim, o valor unitário de cada inscrição passa de 150€ para 180€ no caso de inscrever até 9 trabalhos e de 105€ para 126€ se concorrer com 10 ou mais trabalhos.

Para mais informações contacte:

Edições anteriores

Contactos

Em caso de dúvidas, entre em contacto pelo formulário abaixo ou pelos meios de comunicação fornecidos. Responderemos o mais brevemente possível.

Patrocinadores e Parceitos